Imprensa golpista prepara substituição de Tite por técnico estrangeiro

Com o amistoso contra a Nigéria, terminado em 1 a 1, no último domingo, a Seleção Brasileira, comandada pelo técnico Tite, completou quatro jogos sem vencer. Esse foi o combustível para que a campanha pela sua derrubada se intensificasse na imprensa golpista.

 

Tite, que levou o Brasil a vencer a Copa América em julho, tem sido alvo constante da imprensa, mas tem conseguido se sustentar no cargo. A falta de resultados desde a vitória na competição mais importante das Américas abriu o apetite dos cronistas venais da imprensa direitista, domesticada até a medula pelos ditames do futebol moderno, que por essência, é hostil ao futebol brasileiro.

 

A artilharia da imprensa contra Tite não é nem de longe uma questão de opinião de alguns jornalistas, trata-se de uma campanha orquestrada e unificada contra o treinador, cujo objetivo é derruba-o e criar as condições para que um técnico estrangeiro seja colocado para treinar a maior Seleção do mundo. É um ataque coordenado entre os diferentes órgãos da imprensa golpista. Galvão Bueno, da rede Globo, criticou Tite, canais fechados como a Fox Sports, atacaram Tite, a Record atacou Tite através de seu portal R7, e a rádio de extrema-direita, Jovem Pan, já cogitou nomes estrangeiros para uma suposta substituição do técnico brasileiro.

 

Os ataques também articulados pela imprensa contra Neymar, que teve sua entrevista coletiva distorcida de maneira proposital pela imprensa, para os quais chamamos a atenção na semana passada, tinham como objetivo atacar também o técnico Tite, acusada de “passar a mão na cabeça do craque brasileiro” e de “dar privilégios” a ele.

 

O centro dessa campanha é a introdução de um técnico estrangeiro na Seleção, e por que? Porque essa é a melhor brecha para aumentar a presença imperialista no futebol brasileiro, desmoralizar os atletas e treinadores e controlar o mercado do esporte no Brasil, um dos maiores do mundo.

 

Não se trata aqui, portanto, da opinião que se possa ter sobre Tite ou qualquer jogador e técnico brasileiro, mas de um problema político e econômico complexo do qual a imprensa golpista aparece mais uma vez como a principal propagandista dos interesses imperialistas.

 

Ao mesmo tempo, há uma verdadeira e descarada louvação a Jorge Jesus do Flamengo, que tem tudo para ser o campeão brasileiro desta ano. O tratamento da imprensa para um e para outro e mesmo o tratamento dado a outros técnicos brasileiros deveriam levantar suspeitas de qualquer um que analisa criticamente a política em todas as esferas da vida social, incluindo o futebol. E aí vale a mesma lógica, não se trata de dizer quem é melhor ou pior, mas de analisar o comportamento político dessa imprensa venal e golpista.

 

Caso Tite caia, não sabemos se será diretamente substituído por um estrangeiro, mas esse é o caminho traçado pelo imperialismo e seus lacaios da imprensa brasileira. Vale lembrar ainda que a Seleção Brasileira feminina já conta com uma sueca. É preciso denunciar o golpe contra o futebol brasileiro.

 

 

****

Please reload

Maceió Ilustrada
atl-maceio-ilustrada-farol_edited.png
Cartum
moro-nani-2.png
Siga-nos 
Arquivos
Please reload

Posteres Recentes
Please reload

© 2014  ATL. Criação de  Marcos Cabral