Confira a íntegra do primeiro discurso de Lula após sair da prisão

Ao deixar a prisão após 580 dias preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), o ex-presidente Lula se dirigiu para discursar para os seus correligionários na Vigília Lula Livre.

 

O ex-presidente foi solto após o Supremo Tribunal Federal ter decidido na última quinta-feira 7 que condenados em segunda instância não podem ser presos antes do “trânsito em julgado”, previsto na Constituição Brasileira.

 

Lula segue para São Paulo e promete um comício no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), neste sábado 9, às 12h.

 

Leia o primeiro discurso de Lula na íntegra:

 

“Faz muito tempo que eu não vejo vocês. Queridos companheiros e queridas companheiras, vocês não têm dimensão do significado de eu estar aqui, junto com vocês. Eu, que a vida inteira tive conversando com o povo brasileiro, eu não pensei que no dia de hoje, eu poderia estar aqui conversando com homens e mulheres que durante 580 dias gritaram aqui ‘Bom dia, Lula’, gritaram ‘Boa tarde, Lula’, gritaram ‘Boa noite, Lula’.

 

Não importa se estivesse chovendo, não importa se estivesse 40 graus, não importa se estivesse zero grau, todo santo dia vocês eram o alimento da democracia que eu precisava para resistir. A canalhice que o lado podre do Estado brasileiro fez comigo e com a sociedade brasileiro, o lado podre da Justiça, o lado podre do Ministério Público, o lado podre da Polícia Federal, o lado podre da Receita Federal. Armaram, trabalharam para tentar criminalizar a esquerda, o PT, e o Lula. E eu não poderia ir embora daqui sem poder cumprimentar vocês.

 

Primeiro eu quero cumprimentar os companheiros que trabalharam aqui dia e noite. [Lula lê uma lista de pessoas.] Como eu não sei o nome das pessoas que trabalharam aqui, eu tô lendo uma relação que me passaram. Vocês me avisem se faltou alguém. Preciso agradecer ao meu advogado, o companheiro [Cristiano] Zanin. A Valeska [Martins], mulher dele. Preciso cumprimentar a nossa presidente do PT, Gleisi Hoffman. Preciso cumprimentar ele que quase foi nosso presidente se não fosse roubado, o Fernando Haddad. [Lula continua a agradecer diversos vários colegas.]O Bolsonaro, ele tem mais de 20 pessoas que faz (sic) o Twitter dele. Eu só tenho uma pessoa, que é a Nicole. [Lula dá um abraço em Nicole.]

 

Eu já falei, mas nem todos vocês conheciam. Quero apresentar pra vocês a minha futura companheira, a Rosângela. Vocês sabem que eu consegui a proeza de preso, arrumar uma namorada, que tá apaixonada e ainda ela aceitar casar comigo. É muita coragem dela. [Aos gritos de “beija, beija”, Lula beija a namorada.]

 

Na verdade, eu nem ia falar aqui, porque eu estou há 580 dias dentro de uma sala, ouvindo vocês todos os dias, ouvindo as musicas de vocês. Aliás, queria dar um parabéns para quem escolheu tocar Massa Falida, que foi uma música que eu nos anos 1980 usava para parar trabalhador para fazer assembleia. E eu fiquei muito feliz quando eu ouvi alguém cantar Massa Falida.

 

Eu imaginei que quando eu saísse que eu ia poder encontrar cada companheiro da vigília e dar um grande abraço, um grande beijo, porque vocês não sabem o significado e a importância de vocês na minha vida. Vocês não têm noção do que vocês representaram pra mim. Eu fiquei mais fortalecido, eu fiquei mais corajoso. Eu quero que vocês saibam, que além de continuar lutando pra melhorar a vida do povo brasileiro, que tá uma desgraça, além de lutar para não deixar que esses caras entreguem o país, quero dizer em alto e bom som, quero que vocês saibam do lado mentiroso da Polícia Federal que fez inquérito contra mim. O lado mentiroso e canalha do Ministério Público e da Força-Tarefa.

 

O Moro e o TRF-4 têm que saber: eles não prenderam um homem, eles tentaram matar uma ideia. E uma ideia não desaparece. E eu quero lutar pra provar que se existe uma quadrilha e um bando de mafioso nesse País, é essa maracutaia que eles fizeram para tentar, liderados pela Rede Globo de Televisão, criar a imagem de que o PT precisava ser criminalizado e de que o Lula era bandido. Se pegar o [Deltan] Dallagnol, se pegar o [Sérgio] Moro, se pegar alguns delegados que fizeram inquérito, o que sobrar, o que sobrar, não é 10% da honestidade que eu represento nesse país.

 

Eles têm que saber que caráter e dignidade não é uma coisa que a gente compra em shopping center, não é uma coisa que a gente compra em feira, não é uma coisa que a gente compra no bar. Eu adquiri tudo que eu tenho na vida de uma mulher que nasceu analfabeta, que teve todos os filhos sem hospital, tudo com parteira,  e que me ensinou a ter dignidade. E morreu analfabeta. E é a Dona Lindu, que me faz dizer pra essa gente que tentou me condenar: eu saio daqui sem ódio.

 

Aos 74 anos, meu coração só tem espaço pra amor. Porque amor vai vencer nesse país. Não é o ódio que vai vencer nesse País. Mas eles têm que saber que um nordestino que nasceu em Garanhuns, que veio pra São Paulo aos 7 anos de idade, que passou fome, que saiu de lá, veio pra São Paulo e não morreu de fome até os 17 anos de idade, não tem nada que lhe vença. E não vai ser em mentira. Eu quero dizer pra vocês que a partir de agora, eu tô indo pra São Paulo, amanhã eu tenho um encontro no Sindicato dos Metalúrgicos e depois, as portas do Brasil estarão abertas para que possa percorrer esse País para discutir com o nosso povo uma saída.

 

Ontem, eu vi na televisão os dados do IBGE. Depois que eu fui preso, depois que eles roubaram do Haddad, o Brasil não melhorou, o Brasil piorou. o povo tá passando mais fome, o povo tá desempregado, o povo não tá com trabalho de carteira assinada. O povo tá trabalhando de Uber, o povo tá trabalhando de entrega de pizza, o povo tá trabalhando sem o menor respeito. E ainda ontem eu vi a notícia de que não vai ter aumento do salário mínimo nos próximos dois anos. E além disso, depois do Brasil ter tido um ministro da Educação da qualidade do Haddad, colocaram um ministro da Educação da grosseria desse ministro, que tenta destruir a nossa universidade.

 

Então, eu saio daqui e quero que vocês saibam que eu saio daqui com o maior sentimento de gratidão que um ser humano pode ter por outro. É o que eu tenho por vocês. Eu não tenho mágoa dos policiais federais, dos carcereiros, eu tenho é vontade de provar que esse país pode ser muito melhor na hora que ele não tiver um governo que minta tanto pelo Twitter como o Bolsonaro mente, que tenha coragem de conversar com o seu povo as soluções para os problemas do país. Gente, muito obrigada, do fundo do coração, obrigado. Eu não tenho como pagar a vocês a não ser dizer que serei eternamente grato a vocês e fiel à luta de vocês. Que Deus abençoe cada homem e cada mulher e que nos dê força para continuar lutando. Obrigado pelo grito Lula Livre nesses 580 dias.”

 

 

****

Please reload

Maceió Ilustrada
atl-maceio-ilustrada-farol_edited.png
Cartum
moro-nani-2.png
Siga-nos 
Arquivos
Please reload

Posteres Recentes
Please reload

© 2014  ATL. Criação de  Marcos Cabral