Sampaoli ameaça deixar o Santos de for obrigado a cumprimentar Bolsonaro

Em áspera discussão, presenciada por funcionários do clube, o treinador Sampaoli deixou claro aos cartolas do Santos sua contrariedade à utilização do clube como palanque de Jair Bolsonaro.

 

O Peixe jogará contra o São Paulo, logo mais, às 17h.

 

Sampaoli, que vem sendo contrariado, sucessivamente, por decisões de José Carlos Peres, afirmou, segundo os relatos, que não quer proximidade com Bolsonaro e que deixaria o clube se fosse obrigado a cumprimentá-lo.

 

Cumprirá ?

 

Saberemos, em poucas horas, se tanto o Santos quanto o pai dos três patetas pagarem para ver.

 

 

****

Please reload

Maceió Ilustrada
atl-maceio-ilustrada-farol_edited.png
Cartum
moro-nani-2.png
Siga-nos 
Arquivos
Please reload

Posteres Recentes

December 2, 2019

Please reload

© 2014  ATL. Criação de  Marcos Cabral